De vinho para ÁGUA

WhatsApp Image 2020-01-18 at 14.18.02.jp

Beatriz Vasquez é professora da EMEF José Cruz, em Itirapina, atuando no ensino fundamental de 1° à 5° ano. Em 2019, trabalhava com um grupo de 4° ano, quando ingressou no Nível Básico da Escola +Feliz

Beatriz  de sobrenome Vasquez, certamente espanhol, herdou dos seus antepassados  uma personalidade forte, foi uma das primeiras professoras da turma de 2019 a me procurar. Ela (como outras, que foram se aproximando, buscando mais informações em diferentes áreas), queriam saber um pouco mais.

Com vocês, a Professora Beatriz!

Beatriz, você se lembra qual o motivo que levou a começar a conversar comigo fora do grupo (WhatSapp)? 

O que buscava ?

Quando te chamei a primeira vez no Whatsapp foi para saber mais sobre a história do Cuquedo* que eu estava trabalhando com os alunos. Trabalhar o medo foi produtivo tanto para os alunos, quanto pra mim.

Buscar o motivo do medo, entender, superar...

Depois vendo as pílulas diárias (mensagens curtas) e entendendo um pouco mais do curso sobre, o autoconhecimento, você (a mentora da formação) se tornou realmente minha Coach pessoal.

Me ajudava a me entender, me explicava certas situações que me causavam dúvidas.

Sinceramente a considero como uma amiga mesmo!

Uma situação que adotei o que aprendi no curso foi quando convoquei uma mãe de um aluno problemático para conversar na escola.

Antes de vir ela dizia que iria me dar uma surra. Saiu de lá me abraçando.

Relatei isso em alguma semana, não lembro qual...

Falta de diálogo e compreensão são os maiores problemas dentro das famílias. O aluno reflete o que vivencia dentro de casa.

Orientar, buscar soluções, é parte do trabalho pedagógico, já que o ser humano é intrínseco. Não dá pra deixar as emoções em casa e trabalhar o cognitivo.

Agi pensando assim:

"O que Jesus faria no meu lugar?" (uma dica que sempre dou!)

WhatsApp Image 2020-01-18 at 14.28.54.jp
O-Cuquedo.jpg

Considera-se uma pessoa diferente daquela que iniciou sua (trans)formação? O que mudou?

Nossa! Muito diferente!

E até as pessoas ao meu redor notaram a diferença.

Falaram que eu amadureci.

Ouço mais antes de falar, não ajo por impulso, penso muito mais antes de tomar qualquer atitude.

Acho que o mais importante,  independentemente da religião de cada um: oro mais. Todas as manhãs peço a unção do Espírito Santo sobre o meu pensar, falar e agir no meu trabalho.

WhatsApp Image 2020-01-18 at 14.19.53.jp
WhatsApp Image 2020-01-18 at 16.17.56.jp

O Cuquedo é um texto português apresentado a mentora da formação pela saudosa Adelina Pinto, ficando como uma homenagem póstuma a ela.

Bea, e sua linda família

Semana da criança: brincadeira no chão

Entre os materiais enviados, inclusive os particulares, qual mais lhe chamou a atenção? Conte-nos o por quê?

Todos os materiais enviados foram muito proveitosos pra mim.

Tentei fazer mesmo uma atividade por semana, observando e relatando os resultados.

Mas a experiência do feijão foi a que mais me marcou.

Saber que nossa vibração atinge até as plantas foi sensacional.

Se atinge as plantas,  imagine pessoas!

WhatsApp Image 2020-01-18 at 16.11.12.jp

A Teia das interrelações utilizada para demonstrar a Cadeia Alimentar, como uns precisam dos outros.

Esse pacote de informações e reflexões afetou sua rotina em casa e na escola?

Sim! Afetou!

Me coloquei mais em primeiro lugar, pois só me deixava por último.

Consegui através da teoria de viver o agora, diminuir a ansiedade.

Consegui me organizar melhor e viajar com minha família (coisa que só fazia nas férias).

WhatsApp Image 2020-01-18 at 16.16.03.jp

Aprender os conceitos ecológicos e tão importante quanto saber quem somos 

Beatriz ontem: impulsiva, ansiosa, irritada.

Beatriz hoje: se colocando mais na posição do outro, compreendendo melhor a si mesma.